Recomendações para RCP antes do COVID-19

RCP e coronavius

Recomendações para RCP durante o COVID-19

No contexto atual do COVID-19, todos os ressuscitadores, sejam eles profissionais de saúde ou não, atuando como o primeiro interveniente (testemunhas de uma parada cardíaca fora do hospital), devemos tome precauções extremas e segurança pessoal caso você precise realizar a RCP em um ambiente pré-hospitalar, seja em casa, na comunidade do seu bairro, prefeitura, metrô, supermercados.

Novo algoritmo de RCP e DEA adaptado ao COVID 19

 

Como realizar a RCP durante a pandemia de COVID-19?

 

O Conselho Europeu de RCP modificou seu protocolo de RCP no contexto do COVID 19 para atuar em ambientes comunitários fora dos hospitais aceitos pelo Conselho Espanhol de RCP e, portanto, desde então Projeto Lifeguard Nós trazemos-lhe a adaptação dele.

 

Etapas para realizar a ressuscitação cardio-pulmonar durante a pandemia de COVID-19 pelo primeiro participante:
 

  1. Em uma situação de parada cardíaca, reconheça a parada cardíaca procurando a ausência de sinais de vida e a ausência de respiração normal. Não ouça ou sinta a respiração colocando a orelha e a bochecha perto da boca da vítima. Se você tiver alguma dúvida sobre a confirmação de uma parada cardíaca, inicie as compressões torácicas por padrão até que a ajuda chegue.
  2. Verifique se a ambulância está a caminho. Se houver suspeita de COVID 19, informe-os quando ligar 112.
  3. Se for percebido um risco de infecção, os socorristas devem coloque um pano / toalha sobre a boca e o nariz das vítimas e inicie a RCP apenas com compressãones torAcic. 
    Se você tiver acesso a uma DEA no seu bairro ou instalação, faça uma desfibrilação precoce até a ambulância (ou equipe de atendimento avançado) chegar. Lembre-se de juntar as mãos no meio do peito e comprimir firmemente (5-6 cm de profundidade).
  4. El usar cedo de um desfibrilador aumenta significativamente as chances de sobrevivência da pessoa e não aumenta o risco de infecção.
  5. Se o socorrista tiver acesso a equipamentos de proteção Individual (EPI) (por exemplo, máscara KN95 / FFP2 ou FFP3, luvas descartáveis, proteção ocular), estes devem ser usados.
  6. Depois deés para realizar RCP com compactaçãon somente Todos os socorristas devem lavar bem as mãos com água e sabão. Gel hidroalcoólico É uma alternativa conveniente e atualmente disponível para todos. Por fim, entre em contato com as autoridades de saúde locais para solicitar informações de vigilância após entrar em contato com uma pessoa com suspeita ou confirmação de COVID-19.

 

Em seguida, deixamos você o algoritmo básico de suporte de vida adaptado ao COVID.

 

 

 

Medidas de segurança e proteção para realizar RCP no contexto do COVID 19

 

Durante a RCP, podem ser geradas secreções respiratórias (gotas e / ou pequenas partículas suspensas no ar) que podem infectar os socorristas. Os socorristas devem estar cientes dos riscos potenciais e tomar medidas para evitar possíveis infecções.

Portanto, é importante que os trabalhadores, membros da segurança, guardiões etc. possam contar com medidas de proteção adequadas o tempo todo. Por esse motivo, comentaremos agora o uso de EPI durante a ressuscitação cardiopulmonar e o uso do desfibrilador.

Após realizar uma revisão bibliográfica, podemos ver que o Comitê Internacional de Ligação à Ressuscitação (ILCOR) abordou a questão da segurança, indicando que tipo de EPI o pessoal de saúde que realiza compressões torácicas, desfibrilação ou RCP para impedir a transmissão da infecção do paciente ao socorrista.

O ILCOR apenas menciona no contexto de instituições de saúde e citações: Sugerimos que, na atual pandemia de COVID-19, os profissionais de saúde usem equipamentos de proteção individual durante a ressuscitação para procedimentos que geram aerossóis (Máscara FFP3 ou FFP2 se FFP3 não estiver(disponível / protetor facial / avental e luvas de manga longa)

Uma das propostas lançadas pelo Governo de Aragão em relação a esta questão de segurança durante a RCP é que cada DEA instalado, além de possuir o material mínimo que deve acompanhá-lo, de acordo com o Anexo IC do Decreto 30/2019, possui um mínimo de 3 máscaras cirúrgicaslógico proteger eventuais ressuscitadores e cobrir a boca do paciente; e dois pares de luvas.

Portanto, é sensato propor no local de trabalho, comunidade de vizinhos, escolas e áreas de acesso público à desfibrilação que haja proteção mínima ao realizar a RCP e localizá-la ao lado da DEA os seguintes materiais proteção:

  • Protecção das mãos:
  • Proteção respiratória: KN95 / FPP2 (proteção aumentada) e / ou máscaras cirúrgicas do tipo IIR.
  • Protecção facial e ocular: Escudos ou óculos de proteção

 

Após realizar o uso da RCP gel hidroalcoólico ou lavado com água e sabão.

 

Os desfibriladores fornecidos pelo Project Lifeguards sempre incluem luvas em seu kit de RCP.

 

Treinamento em RCP e DEA no contexto do COVID 19

 

No Proyecto Salvavidas, já ensinamos os cursos que ensinam o novo algoritmo CPR e DEA adaptado ao COVID. Além disso, os programas de treinamento em ressuscitação ministrados pelo Projeto Lifeguard já incluem treinamento no uso de equipamentos de proteção individual (EPI colocando máscara, protetor facial, luvas, etc.) além das medidas padrão de RCP descritas nos cursos ministrados antes do COVID.

 

Espero que este guia seja útil e lembre-se de que você pode fazer o download do novo algoritmo diretamente AQUI

Produtos de proteção como KN95 / FPP2 ou máscaras cirúrgicas, protetor facial e gel hidroalcoólico com até um desconto de 50% você pode encontrá-los em http://www.tienda.salvavidas.eu

Esses materiais de proteção, conforme indicado por outras autoridades, podem ser colocados ao lado do desfibrilador dentro da vitrine.

 

Saudações salva-vidas!

 

#JuntosSalvamosLidas

 

 

 


impressão   Correio eletrônico
Imagem

Instalação de desfibriladores externos, manutenção, peças de reposição, reparos, treinamento e uso do desfibrilador, registro em Comunidades Autônomas.

endereço:
Avda.de la Constitución 29 
28821 Coslada (Madri)
telefone: + 34 911 250 500
E-mail: salvavidas@salvavidas.com

Mapa de onde estamos